BRINQUEDOS COM SUCATAS E BRINCADEIRAS LÚDICAS

DEPOIS DE TANTOS PEDIDOS, ESTOU POSTANDO NOVAMENTE UMA ATIVIDADE MUITO BACANA E INTERESSANTISSIMA PARA SE FAZER COM NOSSOS ALUNOS. APROVEITEM A SUCATA PARA MONTAGENS MARAVILHOSAS DE BRINQUEDOS COM SUCATA E EXCELENTE AULA.

Image du Blog perolascraps.centerblog.net
Brincadeiras lúdicas

Atividades lúdicas trabalham o equilíbrio e coordenação das crianças. Saiba qual a importância de estimular seu filho a brincar dessa maneira

Por Thays Biasetti

Pode parecer apenas um momento em que a criança se distrai e se entrega à descontração. Mas as atividades lúdicas têm um papel ainda mais importante na vida dos pequenos, elas incentivam as crianças a desenvolver criatividade, aprendizado, equilíbrio e coordenação. “É por meio dessas brincadeiras que a criança desenvolve a fantasia e cria uma identidade própria”, disse Maria Lúcia Piva Lima, psicóloga clínica especialista no atendimento de crianças e adolescentes, de Jaú.

Como as brincadeiras usam a linguagem das crianças, elas prestam mais atenção aprendem de uma maneira divertida, sem perceber. O mundo da fantasia estimula os pequenos a pensar sobre o que acontece a sua volta e acaba causando um aprendizado passivo. “O brinquedo ajuda a criança a resolver questões mal resolvidas, pois ela coloca esses problemas na brincadeira, como, por exemplo, uma menina que brinca de boneca e bate no brinquedo. Também faz com que ela elabore situações cotidianas que ela precisa lidar”, explicou Maria Lúcia.

Na fase da infância, o cérebro da criança e as impressões que tem do mundo ainda estão desenvolvendo, então tudo que vivencia ela assimila. “As brincadeiras estimulam o aspecto social, os relacionamento com as pessoas, ensinam a lidar com as diferenças e aprender a negociar”, disse Juliana Amaral de Andrade, psicóloga clínica e psicanalista, de São Paulo.

Criança tem que ser criança
Para ajudar os filhos a aprender, os pais podem lançar mão de diversos artifícios. Brincadeiras, teatros, jogos, fantoches. Não há limite para a imaginação quando o assunto é o lúdico. “O brincar da criança já é lúdico, elas fantasiam sobre tudo o que estão fazendo”, disse Regina Gomes, atriz recreacionista e coordenadora infantil, de São Paulo. Por isso, não é preciso muito esforço para que a criança se envolva em uma atividade lúdica. “Essas brincadeiras como pega-pega, pular corda, boneca, carrinho, são atividades lúdicas que estimulam a coordenação motora, o equilíbrio e a concentração das crianças”, disse Maria Lúcia. Juliana completa que cada tipo de brincadeira trabalha uma área diferente do aprendizado. “As brincadeiras como pega-pega estimulam a coordenação motora e o conhecimento dos limites do corpo. Os jogos de raciocínio ajudam a desenvolver o aspecto mental, pois as crianças têm que desenvolver estratégias”, explicou.

O que acontece atualmente é que a pressão do mundo moderno faz com que os pais coloquem os filhos em muitas atividades, às vezes com a desculpa de que eles precisam brincar. As crianças realmente precisam brincar, mas sem regras impostas. “É importante os pais deixarem os filhos terem tempo de brincar sozinhos ou com outras crianças, mas sem ser na escola ou na aula de arte e futebol. A brincadeira não deve ter rotina, não deve ter regras; a criança é que deve montar suas brincadeiras”, explicou Maria Lúcia. Juliana acredita que as crianças não conseguem ser mais crianças. “Não existe mais infância. É preciso que os pais deixem as crianças brincarem, tirem-nas do videogame e estimulem as brincadeiras de imaginação”, disse.

Além disso, a quantidade exagerada de compromissos e a falta de tempo dificultam o contato dos pais com as crianças. “O pai deve esquecer um pouco a seriedade e voltar à infância para brincar com o filho. Esse contato com o pai, sem regras, é muito importante para o afeto da criança”, afirmou Regina.

Brincar = aprender
A brincadeira é tão importante para o desenvolvimento da criança que algumas escolas já possuem brinquedotecas para utilizá-las no aprendizado. O método construtivista de ensino prega que o desenvolvimento da inteligência se dá por meio da criatividade e utiliza as brincadeiras para incentivar essa fantasia. “É importante dizer, que se a criança não brincar, o aprendizado vai ser prejudicado, pois a brincadeira, principalmente na primeira e segunda infância que é com cinco e seis anos, prepara o emocional dela conseguir assimilar o que aprende”, finalizou Maria Lúcia.

ESTAS SÃO ALGUMAS IDÉIAS BACANAS PARA TRABALHAR O LÚDICO COM NOSSOS ALUNOS.

Jogos

Jogo das cores:

Materiais:

•Copinhos descartáveis (para confeccionar o urso);
•Cartolina de várias cores (para a trilha);
•Um dado de cores

Cada participante é representado por um ursinho, conforme o desenho abaixo. A cada rodada o dado é jogado, a criança na qual a casinha da frente for a
da cor sorteada coloca seu ursinho na casinha. Ganha quem chegar primeiro ao fim da trilha.

Jogo da velha:

Materiais:

•2 caixas de fósforos grandes (será a base do jogo e também servirá para guardar as peças);
•Eva(para o tabuleiro);
•Tampinhas de garrafa Pet (colocar os adesivos);
•Adesivos ou desenhos de papel fantasia.

Brinquedos Pedagógicos de sucatas:

Bastonetes Coloridos

Confeccionar com garrafas PET transparentes de meio litro e as rechear com papel crepon colorido. Primeiro una as extremidades com fita adesiva colorida, na figura abaixo foi usadas quatro garrafas, sendo duas para as pontas (uma para cada lado e sem e fundo) e duas no meio (sem o fundo e sem o gargalo. As crianças poderão:
•explorá-los livremente;
•arrastá-lo;
•classificados por cor;
•a professora poderá também armar cirquitos e pedir para as crianças passarem por ele utilizando diversas formas de locomoção: caminhando, saltando, engatinhando, etc.

Caixa pedagógica

Materiais:
•uma caixa grande de papelão;
•EVA de várias cores;

•caixinhas de vários tamanhos forradas;
•potinhos decorados com fita adesiva colorida (iogurte e outros);
•tudos de cartão.
Procedimento: Fazer cortes em duas laterais da caixa de maneira que as crianças possam entrar e sair, cubra a caixa com EVA, fazendo cortes de diferentes formas para que as crianças introduzam os elementos: cubos, bolas, potinhos, caixas. Com esse brinquedo as crianças podem explorar a caixa, introduzir objetos de acordo com o formato, esconder-se, buscar elementos e outras propostas outras propostas que surgirão deles mesmos.

Caixas menores:

BRINCADEIRAS LÚDICAS:

Acordo Lúdico

A cooperação como mediação entre a ação compartilhada e o brincar na educação física escolar.

AMARELINHA

Fonte:www.ines.gov.br/…/ati_proj_carmen_ludico.asp

jogos/sucata

Boliche com garrafas pet.

Possibilidades: Trabalhar quantidades, cores, conceitos de mais, menos, igual.

Jogo da memoria com caixas de sabão em pó.

Objetivo: Associar numero e quantidade.


Cineminha
Confeccionado com: caixa de sanduicheira, rolos de papel aluminio, tampinhas de refrigerante e 2 embalagens de tintol, que usei para fazer os suportes dos rolos.

Utilizo para: introduzir um assunto e contar histórias. Essa imagem, por exemplo, faz parte de uma história com as vogais.

CAI CAI – FEITO COM CANUDO E TAMPINHA DE GARRAFA

ACERTE AS ARGOLAS

BILBOQUÊ

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

TRABALHANDO COM A BANDEIRA DE CARAPICUIBA- PROJETO CARAPICUIBA

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

Image du Blog perolascraps.centerblog.net
PESSOAL, MAIS UMA IDÉIA PARA TRABALHAR COM A BANDEIRA DE CARAPICUIBA.

JUNTAMENTE COM OS ALUNOS MONTAMOS A BANDEIRA.

PRIMEIRO DESENHEI 02 BANDEIRAS. UMA EM CADA PAPEL KRAFT.

PRENDI NA MESA COM FITA CREPE , UMAA BANDEIRA PARA CADA GRUPO.

CADA GRUPO RECORTOU PAPEL CREPOM DAS CORES VERDE E AMARELO

DEPOIS RECORTARAM PAPEL LAMINADO VERMELHO.

POR ULTIMO PASSEI COLA EM TODA BANDEIRA E ELES FORAM COLANDO OS PAPEIS NOS SEUS RESPECTIVOS LUGARES DA BANDEIRA, COM A MINHA AJUDA.


AMPLIEI O BRASÃO E DEPOIS IMPRIMI. COLOQUEI NO MEIO DO LOSANGO.

PRONTO. O TRABALHO FINAL.


APROVEITE ESTA IDÉIA E BOA AULA.

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

HISTÓRIA DE CARAPICUIBA – PROJETO CARAPICUIBA

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

A BANDEIRA

SIMBOLISMO: A nossa Bandeira lembra muito a do Brasil: um losango amarelo sobre um campo verde; no lugar do círculo azul celeste figura o Brasão de Carapicuíba. O campo verde é dividido em 4 áreas equivalentes, pois a Bandeira é esquartelada em cruz, sendo os quartéis verdes constituídos por 4 faixas amarelas carregadas de sobre faixas vermelhas, dispostas duas no sentido horizontal e duas no vertical e que partem dos vértices do losango amarelo central onde o Brasão municipal é aplicado.

Essa disposição está conforme a tradição da heráldica portuguesa, e segundo a qual os pavilhões municipais podem ser oitavados, sextavados, esquartelados ou terciados, com as mesmas cores constantes do campo do escudo e ostentando ao centro uma figura geométrica na qual será aplicado o Brasão Municipal.

DESCRIÇÃO: Como no Brasão, as figuras e as cores da Bandeira têm riqueza de simbolismo e tradição. O retângulo verde e o losango amarelo datam de nossas primeiras bandeiras e lembram a mãe pátria Portugal; a cruz relembra os descobridores e a religião que trouxeram. O losango é o símbolo da maternidade. D.Pedro I, após a Independência, ainda em SP, estabeleceu que se usaria para distinguir a brasilidade, uma flor verde no centro de um ângulo de ouro. Depois, no Rio, ordenou que o Tope Nacional fosse composto das cores emblemáticas: verde da primavera e o amarelo ouro, divisa voluntária dos patriotas do Brasil; o verde era a cor da Casa Real de Bragança de onde provinha D.Pedro e o amarelo a cor da casa Habsburgo, da Áustria, de onde provinha a primeira esposa do imperador, Dona Leopoldina, cujo nome está aqui perto numa estação da Fepasa. O verde recorda ainda Tiradentes, supliciado em 1789, ano da Revolução Francesa, pela regeneração da humanidade, quando os sitiantes da Bastilha tiveram por emblema folhas verdes arrancadas às árvores do Palácio Real; lembra nossos campos, nossa riqueza agrícola, nossa primavera constante. O amarelo lembra ainda, nossa riqueza mineral, a fase da mineração do ouro, os raios ardentes de nosso vivificante verão.

O BRASÃO

NO PODER MUNICIPAL: No pavilhão de Carapicuíba, O Brasão do Centro representa o Governo Municipal; o losango amarelo (que contém o Brasão) representa a própria cidade de Carapicuíba com sua riqueza e sua gente; pois se a figura é a área geográfica, a cor é o símbolo da glória, esplendor, grandeza e mando. As faixas que partem dos vértices do losango central dividindo a Bandeira, simbolizam a irradiação do poder municipal a todos os quadrantes de seu território, são amarelas e contém sobre-faixas vermelhas, cor da dedicação, do amor pátrio, desprendimento, galhardia, intrepidez e coragem. Os quartéis verdes, assim constituídos, representam as propriedades rurais existentes no território municipal; o verde é a cor simbólica da honra, cortesia, civilidade, alegria, abundância; sendo também, hieróglifo da esperança.

Como se vê, na descrição do Brasão do Centro, na Bandeira de Carapicuíba estão representados os antigos povoadores (Afonso Sardinha), o Rio Tietê, os Jesuítas (IHS), a fundação (1580), a emancipação (1965), a cidade (coroa) e o trabalho atual e futuro (indústria e comércio). A Bandeira representa, pois, o passado, o presente e o futuro de Carapicuíba.

FONTE: http://www.carapicuiba.sp.gov.br/simbolos.htm

TRABALHANDO COM AS CORES PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS

AGORA VAMOS TRABALHAR ALGUMAS ATIVIDADES UTILIZANDO A BANDEIRA E O BRASÃO:

VAMOS COLORIR COM AS CORES DA BANDEIRA DE CARAPICUIBA:

DEPOIS DE PINTADO IMPRIMA OS BRASÕES, RECORTAR E COLAR NO CENTRO DA BANDEIRA

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

ATIVIDADE DE ARTES -HISTÓRIA DE CARAPICUIBA

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

PESSOAL, MAIS UMA IDÉIA BACANA SOBRE A HISTÓRIA DE CARAPICUIBA . QUE TAL MONTARMOS JUNTAMENTE COM NOSSOS ALUNOS UMA OCA DE INDIOS FEITA COM SACO DE PÃO E OS INDIOS COM PALITOS DE SORVETE.

DAR UM SACO DE PAPEL PARA CADA ALUNO E PEÇA PARA ELES DESENHAREM A PORTA DA OCA E DEPOIS COLAR PALHA OU DIVERSOS BARBANTES NO SAQUINHO, UM DO LADO DO OUTRO. SE QUISER PODE DAR COLA COLORIDA PARA ELES PINTAREM OS BARBANTES DEPOIS DE COLADO PARA FICAR MAIS BONITO. DEPOIS DE UM PALITO DE SORVETE PARA CADA ALUNO E PEÇA PARA QUE ELES FAÇAM O ROSTINHO DO INDIO EM CADA PALITO. DEPOIS DE PRONTO É SÓ SENTAR COM OS ALUNOS EM CIRCULO E CONTAR A IMPORTÂNCIA DOS INDIOS NA HISTÓRIA DE CARAPICUIBA. UTILIZE A IMAGINAÇÃO E BOA AULA. VEJA A IDÉIA ABAIXO.


Image du Blog perolascraps.centerblog.net

SIGNIFICADO DA PALAVRA "CARAPICUÍBA"

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

PESSOAL, TRABALHO NA EMEI – CRESCER E APRENDER . SOU PROFESSORA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ADORO MUITO O QUE EU FAÇO. HOJE TRABALHEI JUNTAMENTE COM OS ALUNOS SOBRE O PROJETO CARAPICUIBA – SIGNIFICADO DA PALAVRA CARAPICUIBA.

PRIMEIRAMENTE CONTE SOBRE O SIGNIFICADO DA PALAVRA CARAPICUIBA. SEGUE ABAIXO TEXTO COMPLEMENTAR PARA AJUDÁ-LOS NA LEITURA. COM A NOSSA AJUDA MONTAR O PAINEL COM OS ALUNOS E BOA AULA.

Origem e Significado da Palavra Carapicuíba

Existem várias versões sobre o significado da palavra CARAPICUÍBA: Pau Podre, aquele que se reúne em poços, cascudo, escamose, etc.

Mas segundo informou o Professor Carlos Drumond, chefe do Departamento de Lingüística e Línguas Orientais, titular da cadeira de Línguas Indígenas do Brasil, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo-USP, a palavra vem de cara + iba ou seja: cará ou acará: peixe; picú ou pucú: comprido; iba: ruim, que não serve para ser comido.

Assim, CARAPICUÍBA é o nome do peixe: “Cará comprido” que não pode servir para ser comido, por ser venenoso como o baiacu. Existe um peixe do mar chamado carapicu e vários escritores fazem referências a ele, mas CARAPICUÍBA fica muito longe do mar e depois de haver lido o que escreveu Silveira Bueno em seu “Vocabulário Tupi-Guarani-Português”, muitos chegaram à conclusão de que realmente existe um peixe do rio chamado cará ou “papa-terra”, porém cará, neste caso, significa planta e é mais conhecido dos indígenas do norte.

Também existe outra explicação, que é a seguinte: “CARAPICUÍBA” é topônimo tomado de empréstimo ao Ribeirão homônimo que corta as terras do município. Segundo estudiosos, é originário da língua indígena e é corruptela de “Quar-I-Picui-Bae”, ou seja “aquele que se resolve em poços”.
Fonte:http://www.carapicuiba.sp.gov.br/origem.htm

Através do significado, montamos primeiramente as dobraduras de peixes, depois todos alunos trabalharam na montagem do painel . Neste painel simbolizamos o peixe CARAPIRU no painel. Foi muito bacana trabalhar esta aula com os alunos.

Dica: Utilizamos para o painel cola colorida, cola gliter, papel espelho , giz de cera , cola, papel crepom, e papel craft para painel.

PREPARAÇÃO E MONTAGEM DO PAINEL FEITO PELOS ALUNOS – TURMA PRÉ II

1 ETAPA: DESENHEI AS PLANTAS, DETALHES NO MAR E OS ALUNOS PINTARAM COM COLA COLORIDA E COLA COLORIDA, FIZ OS DETALHES DE PASSAROS.

2 ETAPA: DEPOIS QUE OS ALUNOS PINTARAM , CADA ALUNO FOI COLANDO A DOBRADURA DE PEIXINHO QUE FOI FEITA E PINTADA POR ELES.

3 ETAPA: DEPOIS DE COLADO TODOS OS PEIXINHOS E TRABALHO PRONTO. COLAMOS A REDOR DO PAINEL PAPEL CREPOM PARA FICAR MAIS GRACIOSO.

4 ETAPA: PRODUTO FINAL, E A ALEGRIA DE VER NOSSOS ALUNOS SATISFEITOS COM O RESULTADO DO TRABALHO QUE ELES MESMO FIZERAM. ESTA É UMA EXCELENTE DICA PARA SE TRABALHAR EM SALA DE AULA COM NOSSOS QUERIDOS ALUNOS. ELES IRÃO ADORAR.

DICA 1: 1 ATIVIDADE – FAÇA A DOBRADURA DE PEIXINHO COM OS ALUNOS/ 2 ATIVIDADE – PEÇA PARA ELES PINTAREM A DOBRADURA/ 3 ATIVIDADE – MONTAGEM DO PAINEL EM GRUPO.
DICA 2: DEPENDENDO DA QUANTIDADE DE CRIANÇAS, MONTE 02 GRUPOS DE CRIANÇAS COM 2PAINEIS. NÃO ESQUEÇA QUE O IMPORTANTE É DEIXAR COM QUE TODOS PARTICIPEM DESTE PAINEL. E 4 ATIVIDADE : DEPOIS DE PRONTO, RECAPITULAR A HISTÓRIA DO SIGNIFICADO DA PALAVRA CARAPICUIBA.
Image du Blog perolascraps.centerblog.net

SIGNIFICADO DA PALAVRA CARAPICUIBA – PROJETO CARAPICUIBA

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

ALDEIA DE CARAPICUIBA”

Carapicuiba memória viva de 418 anos, vem de “Caiapuruhi”, indígena – Tupi, que significa “Pau Podre”, também conhecido como “Carapicu”, nome de um peixe denominado acará – comprido. Embora bastante povoado pelo elemento indígena, suas terras se restringiram a duas léguas em torno da Capela Santa Cruz. Teve sua origem em função de um aldeamento administrado pelos jesuítas que tomaram posse da terra, doada por um fazendeiro e sua esposa, em meados de 1759. Sua fundação é considerada oficial em 12 de Outubro de 1580.
Aldeia é um largo marcado pela igreja, presença principal da paisagem urbana. O espaço entre a fachada da igreja e a cruz do adro era considerado sagrado, segundo os jesuítas locais, porque ali o demônio não tinha o poder de se fazer presente.
Numa das casas ao lado da igreja está a casa da cultura onde se vê o acervo das imagens e objetos indígenas; esculturas que contam a história pelo seu estilo e arte. A igreja da Aldeia de Carapicuiba, segundo historiadores foi construída em 1736 e tinha como orago São João Batista. Atualmente o orago é Santa Catarina de Alexandria onde os devotos e a comunidade local conhecem desde crianças. Nela existe um único altar-mór dom estilo jesuítas muito simples e interessante. O sacrário é de madeira e a porta é muito simples. Os sinos, na parte superior do coro, marcam com seu canto acontecimentos importantes. Bem em frente à porta da igrejinha, se vê a cruz, colocada sobre um alto pedestal de tijolos. Essa visão lembra folclore, religião, família, intenção, missionária da aldeia. Os padres vê de outros locais para as missas na capela.
Localizada a 22,5 Km da Rodovia Raposo Tavares, 30 minutos de São Paulo, vizinha a Osasco, a Aldeia de Carapicuiba foi tombada em 1941, hoje é patrimônio nacional, tida então como único exemplo de antiga aldeia de jesuítas, servindo como memória ao resgate de um capitulo de nossa história indígena, jesuítica, bandeirista, raiz missionária da religião e do folclore nela caracterizada, marca da conquista e da perseverança de um povo. Carapicuiba é tesouro, herança de família e que guarda para nos um pouco da memória, um pouco da cultura popular num pedacinho de chão, é nossa consciência de preservação das raízes que a vida conta como história do Brasil.

ATIVIDADE DE DOBRADURA

VAMOS APROVEITAR O SIGNIFICADO DA PALAVRA CARAPICUIBA E VAMOS FAZER ATIVIDADES SOBRE O PEIXE “Carapicu”, nome de um peixe denominado acará – comprido

ATIVIDADE PARA RECORTE E COLAGEM

VAMOS COLORIR

DICA: PEDIR PARA OS ALUNOS PINTAREM BEM BONITO, DEPOIS RECORTE CANUDINHOS COLORIDOS E PEÇA PARA QUE ELES COLEM IMITANDO AS ESCAMAS , FICARA LINDO.

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

PROJETO CARAPICUIBA

Image du Blog perolascraps.centerblog.net

PESSOAL, SOU PROFESSORA DA EDUCAÇÃO INFANTIL EM CARAPICUIBA, MINHA CIDADE MARAVILHOSA. TUDO QUE FAÇO, TENTO FAZER COM MUITO AMOR PARA AJUDAR NOSSOS ALUNOS QUERIDOS. A PARTIR DE HOJE ESTAREI POSTANDO TAMBÉM ALGUMAS ATIVIDADES PARA AJUDAR OS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL SOBRE O PROJETO DE CARAPICUIBA A SER TRABALHADO NESTE ANO. ESPERO QUE EU POSSA AJUDAR DE ALGUMA FORMA.

A CIDADE

A história de CARAPICUÍBA remonta a uma antiga aldeia de índios, tendo vivido momentos importantes dentro da história do Estado de São Paulo. Foi uma das doze Aldeias fundadas pelo Pe. José de Anchieta (por volta de 1580), para preservar a educação e a moralização dos silvícolas da presença do homem branco.
Pertenceu a Santana do Parnaíba, que foi elevada a município em 1625, sendo que esta, mais tarde, passou a pertencer a Barueri.

Caminho obrigatório das bandeiras, CARAPICUÍBA foi citada na história. Localizada próxima às terras de Afonso Sardinha e das reservas indígenas, que Jerônimo Leitão em 1580 determinou que servissem de abrigo aos donos do solo: os índios. Foi por isso que Afonso Sardinha, dono de uma sesmaria de seis léguas de quadra, doada pelo Rei de Portugal, ali chegando, montou a sede de sua fazenda e resolveu manter um posto na Aldeia de CARAPICUÍBA, com o objetivo de aproveitar a mão-de-obra indígena. Assim, deu início à construção de uma capela, por volta de 1590. Porém, frustado em seus intentos, resolveu voltar para a Europa.

Em 1610, havendo já a Capela, a Aldeia sofria os primeiros impactos, em virtude de caso criado entre as autoridades e o povo indígena, este, percebendo a falsidade e os maus propósitos dos brancos, reagiram violentamente, não se sujeitando às manobras, embrenhando-se cada vez mais pelo sertão.

De 1610 a 1670, a Aldeia passou por uma fase de estagnação, servindo de ponto de encontro entre clero e autoridades, os quais procuravam traçar normas para a ocupação das terras e o aproveitamento do trabalho indígena. O marasmo continuaria por mais um século.

Em 1770 porém, o progresso começou a se fazer sentir. O homem principiava a alterar a paisagem que permanecera inalterada durante séculos. A partir de Santo Amaro, Itapecerica, Embú e Cotia, os caminhos se alargavam, casas apareciam entre árvores ou erguiam-se em meio ao capim. Já havia fazendas, carregadores para as tropas e atendendo à demanda do colono que se vinculava à terra, abriam-se armazéns.

ATIVIDADE – TRABALHANDO COM AS VOGAIS

NOME:
PROF°:

CIRCULE AS VOGAIS “A” DA PALAVRA:

C A R A P I C U I B A

VAMOS FAZER A ATIVIDADE, COLORIR E DEPOIS CONTORNAR COM COLA COLORIDA O DESENHO ABAIXO:

Image du Blog perolascraps.centerblog.net